WhatsApp
Gramíneas

Gramíneas

Brachiaria Brizantha cv. Marandú

Adaptação

Adapta-se muito bem a solos de média a alta fertilidade e requer uma precipitação anual em torno de 1000 mm.

Resistência

Apresenta sistema radicular bem profundo e vigoroso, o que reflete em boa tolerância à seca. Possui também, boa resistência ao frio, ao sombreamento e à cigarrinha das pastagens. Não tolera encharcamento e nem alagamento.

Indicação

É indicada para pastoreio direto, fenação e rolão. Consorcia-se muitíssimo bem com estilosantes Campo Grande, calopogônio e guandu.

Taxa de semeadura

1) A lanço
No período normal, compreendido entre os meses de outubro a janeiro, deve-se usar 400 pontos de vc/ha. A partir daí, aumentar para 450 pontos de vc/ha.

2) Em linha
Para o período normal, 300 pontos de vc/há são suficientes. A partir daí, aumentar para 350 pontos vc/ha. No caso de consorciação com leguminosas, pode-se reduzir em torno de 20% a quantidade de sementes para ajudar o estabelecimento destas.

Profundidade de plantio

Incorporar as sementes em torno de 3,0 cm com grade niveladora fechada após a total distribuição das mesmas na área. Assim como para as demais espécies, os melhores resultados são obtidos, passando-se rolo compactador após incorporação da semente ao solo. No caso de consorciação, a seqüência de operações recomendada, uma vez o solo esteja bem preparado, é:

  • Distribuição das sementes de brizantha;
  • Grade niveladora fechada;
  • Distribuição das sementes de leguminosa;
  • Rolo compactador.

Produção

Produção variando de 15 a 20 toneladas de matéria seca/ha/ano. Sua composição média é de 9 a 11% de proteína bruta na matéria seca. Apresenta alta palatabilidade e cerca de 60% de digestibilidade in vitro.

Manejo

O tempo de formação gira em torno de 90 a 120 dias após germinação e o primeiro pastoreio deve ser feito aos de 90 dias com gado leve (boi magro, garrotes). No momento da entrada dos animais, a pastagem apresenta altura em torno de 1,0 m, devendo o gado ser retirado quando a mesma chegar a 30 cm do solo. O primeiro pastoreio com gado leve é uma condição essencial para a boa formação das pastagens, pois é através dessa prática que se estimula a produção de perfilhos reprodutivos laterais e reduz-se a competição entre plantas, principalmente por luz.

Descrição

Utilização
Pastoreio e feno
Digestibilidade
Alta
Consorciação
Todas as leguminosas
Palatabilidade
Boa
Ciclo Vegetativo
Perene
Altitude
Até 2000m
Tolerância a seca
Boa
Precipitação anual
Acima de 800 mm
Tolerância a cigarrinha
Alta
Hábito de crescimento
Touceira
Tolerância a encharcamento
Baixo
Germinação
7 a 21 dias
Tolerância ao frio
Boa
Profundidade de plantio
2 a 3 cm

 

Tenha máxima
rentabilidade
no campo.