Sementes Gramíneas

Brachiaria Ruziziensis

Conheça os dados técnicos e um pouco mais sobre as sementes BRACHIARIA RUZIZIENSIS

Características Agronômicas

Não tem tolerância ao fogo. Apresenta boa habilidade de competir com plantas invasoras, formando uma pastagem densa em solos férteis. Boa tolerância ao sombreamento. Bastante suscetível ao ataque de cigarrinha, dependendo do manejo efetuado e da aplicação do fungo Metarhizium anisopliae. Indicada para recria e engorda de bovinos de corte. Devido a sua qualidade de forragem é indicada para fenação. Forrageira de solos de média a alta fertilidade, requerendo boa drenagem e clima de regiões tropicais. Não resiste à geada e em condições ideais suas sementes germinam e estabelecem muito bem. É bastante palatável e bem aceita pelos animais. Porém deve ter cuidado com o pastejo devido essa boa palatabilidade, que pode comprometer a sua rebrota, principalmente se for sobrepastejada (rapada). Devido a algumas características, a ruziziensis, deixou de ser utilizada pelos pecuaristas, principalmente a sua susceptibilidade às cigarrinhas e a baixa capacidade de rebrota, principalmente quando sobrepastejada. Porém, devido a grande capacidade de germinação de suas sementes, principalmente em sobresemeadura, ou seja, plantio em área com outros cultivos (exemplo: em área de soja) e sobre uma cobertura vegetal (palhada para plantio direto), as suas sementes tem sido recomendada por vários técnicos em áreas de plantio direto e em áreas de integração lavoura-pecuária. Diversos agricultores tem utilizado as sementes de ruziziensis, em áreas de cultivo de soja, para cobertura vegetal no período de entressafra da cultura e como pasto para o inverno, mesmo antes da colheita do grão, nos meses de fevereiro e março, utilizando o plantio aéreo, com bons resultados. A forrageira proporciona excelente cobertura do solo, podendo ser utilizado a área como piquete para os animais durante o período de inverno (entressafra da cultura de soja), e em setembro-outubro as plantas de ruziziensis são queimadas com um herbicida a base de glifosato, proporcionado uma boa cobertura (palhada) para o plantio de soja novamente. Informações de produtores citam que a produção de grãos, em área de braquiárias, tem apresentado melhores rendimentos do que a produção de grãos em área exclusivamente agrícola (por exemplo: soja plantada em área de soja).

Adaptação

Apresenta grande adaptação climática até 2.000m acima do nível do mar. A temperatura ótima para o crescimento é de 28-33°C. É afetada por temperaturas baixas e não resistentes à geada. Não se desenvolve bem em solos encharcados

Calagem e adubação

De acordo com a sua análise de solo

Semeadura, Germinação e Tempo necessário para o uso

Semeadura a lanço ou de 10 a 40 cm entre linhas com compactação das sementes. Germinação de 7 a 21 dias, dependendo das condições climáticas. Profundidade de plantio de 0,5 a 1,5cm. Tempo necessário para o uso de 90 a 120 dias após a emergência

Produção

A produção e qualidade de forragem produzida de B. ruziziensis é diretamente influenciada pela quantidade de adubo nitrogenado utilizado, com a fertilidade do solo e umidade disponível. Seu teor de proteína é de 12 a 13% na matéria seca

  • Utilização: Pastoreio direto, fenação e cobertura vegetal .
  • Precipitação pluviométrica: Acima de 800 mm anual.
  • Profundidade de Semeadura: Até 2 cm.
  • Semeadura: De 20 a 40 cm entre linhas ou a lanço, com compactação das sementes.
  • Germinação: De 7 a 21 dias, dependendo das condições climáticas.
  • Tempo necessário para o uso: De 90 a 120 dias após a germinação.
  • Altura de pastejo: Maior que 25 cm, respeitando a planta.
  • Tolerância a cigarrinha: Baixa.
  • Tolerância a encharcamento: Baixa.
  • Ciclo Vegetal: Perene.
  • Matéria seca: 12 a 15 t/ha/ano de matéria seca.
Voltar